Sexta-feira, 20 de Março de 2009

A sedução da Primavera

São perfeitamente sublimes as técnicas de sedução do mundo vegetal.

 

A Primavera ainda nem chegou e eis que cada planta se esforça por demonstrar o seu potencial para frutificar e se reproduzir.

 

Na cidade ou no campo, em jardins ou nas bermas das estradas, em terra fértil ou em rocha escalvada, a Vida impôe-se em todo o seu esplendor.

 

Completamente impotente para transmitir todo esse magnífico poder, vou tentar apenas dar uma humilde ideia de como algumas plantas comemoram a Primavera.

 

A Acacia mearnsii é uma infestante invasora  que preenche grandes áreas dos nossos espaços verdes e compete directamentes com as espécies endémicas e indígenas, de propagação menos fácil e crescimento mais lento.

 

Contudo, nesta época, como que a pedir desculpa, a acácia carrega-se de flores macias e enche o ar à sua volta  dum perfume inebriante


 

Eis outra infestante invasora à qual quase apetece perdoar pelo seu aroma delicado, o incenseiro (Pittosporum undulatum):


 

De perfume mais suave, mas nem por isso menos agradável, as árvores frutíferas não só nos presenteiam com a beleza das suas flores, como prometem a delícia dos seus frutos.

 

"Perco-me" muitas vezes na horta/pomar a deliciar-me com o panorama que me envolve:

 

 


 


As flores acima são do araçaleiro amarelo (Psidium cattleianum),

 


 

E estas da laranjeira (Citrus sinensis),

 


 

As rosadas flores do pessegueiro (Prunus persica) cobrem-no, ainda antes das folhas despontarem.

 

E a ameixoeira-brava (Prunus spinosa), qual imaculada noiva de branco, rescende o seu aroma sublime:

 


 

Embora um pouco menos precoce, a ameixoeira amarela (Prunus domesticus) também dá um ar de sua graça:

 


 

 

Mas entre as minhas árvores frutíferas, eis o meu mais recente "ai-Jesus":

 


 

Não ... retirem esse ar de desilusão.

Acham pouco exuberantes estas flores?!

Para mim são muito importantes. É a primeira floração da minha lichieira (Litchi chinensis)

Não sei se irão frutificar, mas a promessa aqui está ...

 

Também a mangueira (Mangifera indica) não produz flores tão espectaculares como isso, mas os seus frutos são deliciosos:

 


 

Outras plantas frutíferas, de menor porte, mas não menos maravilhosas, exibem-se igualmente:

 


 

O morangueiro bravo (Fragaria vesca), que tem vindo a florir e frutificar durante quase todo o ano, começou a esmerar-se na "produção".

 

E até as endémicas uveiras da serras (Vaccinium padifolium) teimam em desafiar os que garantem que não "se dão" a altitudes inferiores a 600 m:

 


 

Contudo, acho que estão um pouco confusas, pois tem estado a florir e frutificar quase ininterruptamente todo o ano.

 

Neste preciso momento tem flores em vários estádios, frutos verdes e até maduros.


 

Tal como o morangueiro bravo, a pera-melão (Solanum muricatum) também começou a "caprichar" na quantidade de flores:


 

 

Da mesma família da pera-melão, as Solanaceae, aqui está a espectacular flor do tomateiro de capucho (ou de saco, se preferirem) (Physalis peruvianum):

 


 

Na horta propriamente dita e jardim de plantas aromáticas, outras espécies comestíveis também demonstram a sua exuberância.

 

É o caso das chagas ou capuchinha (Tropaeolum majus)


 

Muitas pessoas maldizem o seu aroma (chamam-lhe também bufas-de-senhora) que consideram pouco agradável. O cheiro do alho e cebola também são.

Vejam as chagas como flores comestíveis com um sabor picante, mas agradável. Muito ricas em vitamina C e luteína (boa para a visão), as chagas enfeitam e compõem saladas.

São deliciosas.

 

Igualmente comestíveis são as flores da borragem (Borago officinalis). Contudo, por precaução, não se deve abusar do seu consumo e as grávidas devem evitá-las, uma vez que contêm alcalóides pirrolizidínicos que, em excesso ou por uso continuado,  podem provocar cirrose hepática, induzir o cancro do fígado e originar más formações nos bebés.

 

Assim como os cravos (Dianthus caryophyllus), cujas pétalas também se podem comer:

 


 


 

 

As "ervas" aromáticas estão mais aromáticas do que nunca.

Algumas já tinham começado a florescer timidamente, mas com a aproximação do términus do Inverno parecem ganhar novas forças.

 

As matricárias (Tanacetum parthenium e T. parthenium var. Snowball) saltam à vista:

 


 

 


 

As malvas aromáticas, como a malva noz-moscada (Pelargonium fragrans):

 


 

a malva-mentol (Pelargonium tomentosum):


 

 

e a malva-rosa (Pelargonium graveolens):


 

e a malva-limão (Pelargonium crispum):

 


 

floresceram, mas a sua beleza é incomparavelmente mais cheirosa.

 

O boldo-miúdo ( Pletrancthus neochillus), que tanto gosta de sol, exibe os seus chachos arroxeados:

 


 

Assim como o falso-boldo (Coleus barbatus):


 

 

O tomilho, segurelha para os madeirenses, (Thymus vulgaris) é um saboroso sonho para as abelhas:

 


 

Outro tomilho, o tomilho-limão (Thymus citriodora) é um pouco mais retraído na sua floração pré-Primavera:

 


 

 

Outras plantas de intenso aroma, como a erva-anis (Ocimum selloi) são mais modestas nas suas flores:

 


 

Parece ser característico do género Ocimum ter muito aroma, mas flores discretas. Aqui o estupendo alfavaca-cravo (Ocimum gratissimum), com o seu intenso perfume a cravinho:


 

Uma outra planta com flores humildes, mas doçura extraordinária é a estévia (Stevia rebaudiana):

 


 

As pequeninas flores brancas têm cerca de 0,5 cm de diâmetro, mas as suas folhas são 200 vezes mais adoçantes do que o açúcar.

 

 

A lindíssima e cheirosa alfazema da Madeira (Lavandula pinnata), endemismo da Macaronésia, também já apresenta as suas espigas roxas:

 


 

E o vibrante  vermelho do meu jardim de ervas aromáticas, fica por conta da salva-ananás (Salvia rutilans), com uma "mãozinha" dos cravos, claro.

 

 

 

Neste plano, é possivel ver a profusão de cores:

 


 

Continua ...

publicado por Fátima às 13:50

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A sedução da Primavera

.arquivos

. Maio 2013

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Agosto 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds